Assembleia realiza Sessão Especial para debater importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou, nesta quarta-feira (22), uma Sessão Especial para debater a importância do diagnóstico precoce e prevenção do câncer de próstata. De autoria do presidente da Casa, deputado Gervásio Maia, a propositura faz parte das ações realizadas pelo Poder Legislativo na campanha Novembro Azul.

De acordo com o parlamentar, a ocasião é uma oportunidade para demonstrar na Assembleia a importância da mobilização no combate ao câncer de próstata. “A conscientização é fundamental porque quando se previne dá para se evitar um mal bem maior já que o câncer de próstata quando detectado no seu estágio inicial as chances de cura são infinitamente maiores”, afirmou.

Já o deputado estadual Américo Cabral reconheceu a relevância do tema para a propagação das informações e cuidados acerca do câncer de próstata. “É de suma importância esse debate já que a Assembleia é a Casa do Povo, portanto, é um espaço democrático para que a cada dia a população venha a entender a necessidade que se deve fazer para a prevenção”, destacou.

Para a diretora do Departamento de Assistência Médica e Social da ALPB, Dayse Queiroga, a sessão foi uma iniciativa de chamamento público para que exista mais atenção em relação à prevenção ao câncer de próstata. “A gente sabe que essa neoplasia é a segunda patologia mais comum com relação ao câncer no sexo masculino e existe ainda um preconceito muito grande com relação a esse assunto”, advertiu.

O médico urologista Josias Batista ressaltou que é recomendado aos homens acima de 40 anos a avaliação anual para o rastreamento do câncer. “No estadiamento clínico, momento que pode apresentar as primeiras manifestações da doença, é possível ter uma cura em 95% nos casos iniciais. Passando esse período, se deixar escapar, embora o tratamento se mantenha eficiente, a garantia de cura pode cair bastante”, explicou.

Também participaram da Sessão Especial os deputados estaduais Janduhy Carneiro, Jeová Campos e João Gonçalves; o presidente da Fundação Napoleão Laureano, Antônio Carneiro Arnaud, e a presidente da Associação Médica da Paraíba, Débora Nóbrega.

Fonte: PBN/Agencia ALPB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *